10 de outubro de 2012

Resenha - Coletânea: Brazilian Xtreme Way - Metal Media Management (2012)




Em comemoração aos 4 anos da assessoria de imprensa, a Metal Media lançou uma super coletânea, intitulada de "Brazilian Xtreme Way", onde consta todas as bandas de seu cast em 37 faixas, mostrando toda a dedicação da Metal Media em promover cada vez mais o Metal nacional.

Em comemoração a este grande feito, desta que é uma das melhores assessorias de imprensa do país, o Heavy And Hell resolveu fazer uma resenha especial, fazendo um faixa a faixa, para apresentar um pouco destas bandas que representam o Metal nacional com dignidade e respeito.

Então aperte o play e confira nossa matéria especial!




Abiosi: para abrir a coletânea, nada melhor que o Abiosi, recentemente acrescentado ao cast,  a banda é responsável por um Crossover entre o Hardcore e o Trhash, com letras em português e com muito a dizer, "Respeito" mostra bem isso “Abram a mente ignorantes e delinqüente aqui é o Brasil e não a puta que pariu..."




Ancestrall: "Trust" vem dando um amostrinha do que esperar do novo trabalho da banda, com suas influências nítidas de Metallica aliada ao Thrash Metal sempre bem executado, a canção em si é daquelas que você ouve uma vez e sai cantando por ai, o substituto de “ The Famous Unkhown" promete.





Andralls: passou por significativas mudanças na sua formação, entretanto o seu Thrash Metal acabou  se tornando cada vez mais técnico, ouça "Under the Insanity" no talo, isso aqui é FastThrash. 





Angry: "Only Lies" música que da nome a sua demo, um Thrash Metal violentíssimo com vocal berrado e guitarras no talo, uma grande aposta da Metal Media e um banda que ainda vamos ouvir falar muio. Metal brasileiro destrói.





Astafix: "Red Streets" aqui dispensa apresentações, a junção de músicos como Wally e Paulo  (ex-Almah),  fez com que a banda já nascesse grande e poderosa, a música em questão alem de ter um vídeo clipe muito legal é perfeito para quebrar pescoço, vale dizer uma aula de agressividade, sendo que versão do CD "End Ever" apresentava nas guitarras Andreas Kisser (Sepultura) como convidado especial.





Crusifire: Metal extremo aparecendo na coletânea, com uma banda  que já é um nome forte na cena do  nosso undeground, não tem muito o que dizer, apenas se deslumbrar com a desgraça sonora que esses doentes proporcionam em cinco minutos de devastação com "The Horror".





Deadly Curse: Metal moderno, sei que esse rótulo já desperta a ira dos bangers, mas não confunda com New Metal, porque o que os caras fazem é forte demais, mais uma grande aposta sem duvida. "Blind Faith" é um grande som  para apresentar os goianienses para o exigente público brasileiro.




Encéfalo: sem tempo para respirar, o Encéfalo vem com uma porrada chamada "Slave of Pain", que guitarras, que massacre e para cantar junto com perdão do trocadilho, mas seu Encéfalo vai girar.





Gestos Grosseiros: Death Metal sem frescuras, acho incrível a capacidade que apenas três caras conseguem fazer uma devastação a essa altura, Kleber(guitarras), Danilo Dil(baixo/vocal) e Andy Souza (bateria/vocal)  impressionam com faixa "Humanity Victory", que esta presente no destrutivo "Satanchandising".





Goatlove: dando um amenizada na quebradeira vem o grande Goatlove, adepto de um Rock Gótico, com influências de Sister of Mercy e muito Type Of Negative (principalmente no timbre de voz de Roger Lombardi), mas tudo isso com uma malicia tipica da banda Goat , N Roll. Ouça "Beatiful Bomb" e descubra o Goat , N Roll.





Hammurabi: outro grande nome iminente de nossa cena, o Hammurabi executa um Death Metal com momentos vindos do Thrash e sempre com a agressividade em cada nota, impossível não destacar o trampo das guitarras de Daniel Lucas e Lucas Antonuci. Ouça "Oil, Smoke and Blood" e comprove.





HellArise: mulheres e Metal... Tem coisa melhor? Tem, junte os dois e nisso você tem um Death Metal  furioso, cheio de energia e que deixa qualquer marmanjo de boca aberta,  a faixa escolhida "Deadfall" ainda apresenta uma variação vocal bem interessante, mostrando um senso de melodia muito interessante, vale dizer que o CD delas está vindo.





Helllight: sem duvida um dos estilos que mais cresce no undeground é o Doom Metal, marcado por melodias lúgubres e muito peso, é exatamente essa a proposta da Helllight, que transporta o ouvinte para outra dimensão com sua sorumbática faixa "Beneath the Light of the Moon" e seus mais de 12 minutos.





Heresia 666: amado por uns odiado por outros, é impossivel passar indiferente da sonoridade deste grupo, que vem da fusão de músicos do ÓDIO SOCIAL, PURO LENTO, ERVA SECA e SICK TERROR, fazendo uma sonoridade mesclando entre o Punk, principalmente pelo timbre, aliada ao Death Metal, sem duvida um grupo original e muito pesado, ouça de cabeça aberta "Thanx god for the Bomb" e se surpreenda.





Hocnis: só a simples menção do termo Thrash Metal mineiro já desperta arrepios nos bangers, e o Hocnis vem mantendo essa chama  viva, "Insane Visions" tem vocais gritado, batera no talo e riffs e mais riffs, ou seja, ouvir e bangear.





Iminent Attack: falar de Crossover no Brasil é citar o I.A., os caras estão na batalha desde 2005 e a cada dia estão mais furiosos e mais violentos, impossível não pogar ao som de  "Splact".





Krow: Death Metal direto do triangulo satânico mineiro, "Retaliated" mostra o poder desta banda que representa nossa cena com muita garra, se você procura Death Metal com riffs cortantes, cozinha massacrante e vociferações alucinantes, ai está a banda. Não irá demorar para o Krow se tornar referencia dentro do estilo.





Losna: Thrash Metal vindo dos pampas, a banda gaúcha Losna mostra que não está para brincadeira, e "Room 55" mostra que a banda está com tudo, headbanging garantido.





Lothlöryen: uma das melhores bandas do Brasil, mesclando o Power Metal com Folk, em uma dosagem fantástica, sem soar cansativo, mas sim empolgante e cativante, e  "Hypnerotomachia" é a prova disso, se você ainda não conhece a banda, não perca tempo, pois o que você irá ouvir será o auge da perfeição melódica.





Machinage: Thrash Metal moderno, porém com doses cavalares de peso e riffs mais que inspiradíssimos  ouça "Beliefs" e tire suas próprias conclusões.





Makinária Rock: Gosta de Rock n' Roll? Então ouça esses paulistanos que estão prestes a lançar seu novo álbum, letras ácidas cantadas em português e "Cansado" não seria diferente, preste atenção na letra e caia de cabeça neste Rock n' Roll pesado e agressivo.





[maua]: sergipanos em chamas, mais uma aposta da Metal Media, que com certeza irá dar muitas alegrias a cena nacional, Death Metal técnico e avassalador, sem mais, ouça "Bitch" e se impressione.





Morfolk: Death Metal old school, pesado, vocais urrados e uma variação rítmica que fará você perder o pescoço, "No Tomorrow" irá transportar você para o vale da morte.





Necropsya: uma das melhores bandas do Brasil sem duvida, guerreiros do underground nacional, mostrando que podem sim se manterem vivos fazendo som extremo, então se você gosta de riffs poderosos, cozinha esmagadora, está ai a banda, ouça "Isolation" e perca o pescoço.





NervoChaos: "To The Death", música que dá nome ao novo trabalho desses maníacos por Metal extremo, Death Metal técnico, cheio de feeling, sem contar agressividade e peso que ouvimos, impossível não bangear.





Oligarquia: "When The Hate Dominate" é empolgante e mortal, a mistura perfeita entre o Thrash e o Death Metal, riffs rápidos e cortantes, cozinha veloz e técnica e um vocal que "vomita" a letra sem dó e nem piedade. Headbanging total.





Orckout: e o Metal moderno invade a coletânea novamente  mas não se deixe levar por esse termo, pois aqui a coisa é seria, muito peso, aliado a riffs descomunais, sem contar o vocal com aquele "q" panteristico, uma grande aposta da Metal Media que tem tudo para cair no gosto dos headbangers mais exigentes, "Slavery Dance Orckout" é um belo cartão de visitas para quem ainda não conhece a banda.





Panzer: a lenda do Thrash Metal noventista está de volta, e nada melhor que trazer na coletânea "Red Days" que pertence ao clássico "The Strongest" de 2001. O Panzer está preparando seu 3° disco, que irá marcar a volta desses gigantes do underground nacional.





Pleidades: e o Rock n' Roll volta a quebrar nosso pescoço, desta vez com "Pagar Pra Ver" do Pleiades, que executa um Rock n' Roll pesado e melódico  com destaques ao vocal de Cynthia Mara que soa agressivo e belo ao mesmo tempo, excelente banda.





Red Front: Quer ouvir algo insano? Então ouça o Thrash Metal praticado pela Red Front, "Circle of Hate" define bem a sonoridade dos "reis" da gelatina, agressivo, intenso, cru e pesado.





Rhestus: "Silence... Around Me" do Rhestus é o legitimo arrasa quarteirão, brutal, rápida e mortal, como todo bom Thrash Metal deve soar, não recomendado para pescoços frágeis.





Rhevan: Eis que o Symphonic/Gothic Metal invade nossos ouvidos, com a beleza e ao mesmo tempo agressividade e peso de "Disguised", mostrando uma banda coesa e com uma estrutura musical de cair o queixo. Impossível não mencionar os belos vocais de Dani Navarro, dando um ar leve e ao mesmo tempo emocional.





Sacrificed: Simplesmente Heavy Metal, o Sacrificed impressionada pela ousadia e pela bela dose de modernidade, porém o que prevalece é o Heavy Metal cru e pesado, ouça "Soulitude" e perca o pescoço!





Shadows Legacy: sabe aquelas bandas e Metal Tradicional que ao ouvir o primeiro riff já faz você bater cabeça feito um louco, e ao ouvir o refrão já sai cantando junto? Pois é, está é a Shadows Legacy, praticando um Heavy Metal sem frescuras, porém muito cativante com belas melodias, e se você ainda não conhece a banda ouça "Rage and Hate" e conheça uma das melhores bandas do cenário atual.





Unearthly: falar desses cariocas é chover no molhado, pois estamos diante de uma das melhores bandas de Black Metal nacional, ouvir "Black Sun (Part I) sem sentir aquela emoção de dizer o orgulho que sentimos em ser brasileiros é difícil  pois ao meio a toda a porradaria a banda faz questão de mostrar suas origens, batendo no peito e dizendo isto é Metal feito no Brasil.





Woslom: a nova sensação do Thrash Metal nacional, lançaram apenas um álbum até agora, mas o status de clássico não é nenhum exagero, ouça "Time to Rise" que da nome ao disco e comprove a fúria desses quatro lunáticos por Thrash Metal.





Zombie Cookbook: e com a missão de fechar a coletânea os deathbangers do Zombie CookBook, e com "I Drink Your Blood" podemos ver que está banda não está para brincadeira, despejando seu Death Metal old school sem dó nem piedade, fechando a coletânea em alto nível.

Chegamos ao fim desta jornada de 37 faixas, onde você pode conhecer um pouco do trabalho da Metal Media e também um pouco da própria cena, que mostra que não devemos nada a nenhuma banda gringa. Parabéns a Metal Media pelo trabalho, e que continue muitos e muitos anos na ativa nos brindando com excelentes bandas do underground nacional.

Hail Metal Media.

Agradecimentos especiais a Rodrigo Balan e Débora Brandão por ajudarem a manter firme a chama do Metal nacional, com um trabalho digno e honesto.



Faça o download da coletânea aqui.

Acesse e conheça mais sobre a assessoria:



Resenha por: Renato Sanson / Luiz Harley
Revisão & Edição: Renato Sanson
Fotos: Divulgação

11 comentários:

Cara, que emocionante ler esta resenha... Ficou linda meus amigos...

Nem sei como agradecer essa dedicação e disposição para este ótimo trabalho! MUITO OBRIGADO!

Que foda... ótima oportunidade pra conhecer meio mundo de banda brazuca! Parabéns [maua], representando Sergipe com muita porrada da melhor! Tudo banda fudida aê...

FICOU DO CARALHO MESMO!!!

Abraços

Zombie Cookbook

Mto foda a resenha, parabéns ao site!! \m/

Igor Pödrão

Valeu Rodrigão, nós que agradecemos a confiança, você é foda!!!!!!
Sempre que precisar pode contar conosco!

Ass. Renato Sanson / Luiz Harley

Valeu Max, obrigado pelo apoio, continue nos acompanhando, muita coisa boa virá pela frente!

Galera do Zombie vcs são foda, ouvir isso de vocês é simplesmente uma satisfação, muito obrigado pelo apoio!

Valeu Igor, que bom que gostou! Continue nos acompanhando que muitas matérias boas virão pela frente!

Excelente resenha!

Muito obrigada pelo apoio!!!

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More