3 de novembro de 2014

Resenha - Banda: Eternal Sex And War - Álbum: Negative Monoliths (2014)

Resenha por: Renato Sanson


Vindos do norte da Itália o Eternal Sex And War lançou neste ano seu segundo disco, o mórbido “Negative Monoliths”.

Graças à parceria entre o selo brasileiro Shinigami Records e o selo europeu Quality Steel Records esta belezinha chega ao mercado nacional, sendo um prato cheio para os fãs do Death/Black Metal mais old school.

Aqui não há espaço para inovações, mas sim para um som mórbido, pesado e agressivo, seguindo a linha de nomes como Mayhem, Sarcofago, Venom e afins.

A produção do trabalho é crua e densa, mas muito interessante, pois passa um clima pesado e sombrio. A arte é simples, mas bem chamativa, pois a capa é um belo trabalho, que seria incrível em um LP, com seus tons em cinza e preto e com belos traços de demônios e sua devastação.

Mas o que chama atenção no som do Eternal Sex And War é a grande influencia de Doom Metal em sua sonoridade, com partes arrastadas e extremamente agonizantes, mas com melodias interessantes, o que de fato deixa o som bem dinâmico.


Não há novidades em seu som, mas no que se propõem fazem muito bem feito, prezando pela simplicidade, mas com arranjos interessantes e variados. Fãs do estilo não podem deixar de conferir, com certeza uma boa pedida. 

0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More