31 de março de 2015

Resenha - Banda: Maquinários - EP: Seis Milhas Para o Inferno (2013)

Resenha por: Sergiomar Menezes
Revisão/edição: Renato Sanson


A banda Maquinários apresenta seu EP de estréia, SEIS MILHAS PARA O INFERNO, de maneira muito boa! Com um som calcado no heavy metal, por vezes lembrando o Carro Bomba, o grupo opta por cantar em português e dá seu recado de forma certeira.

Lançado em 2013, o EP foi gravado e mixado no MR. SOM Studio em São Paulo e foi produzido por ninguém mais ninguém menos que pela dupla Heros Trench e Marcello Pompeu do Korzus. E aqui fica o registro: a dupla soube extrair da banda a sonoridade certa! O play abre com a faixa título, que conta com a participação do próprio Marcello Pompeu e também de Rogério Fernandes (Carro Bomba). Um petardo com uma guitarra muito bem timbrada e imprime a pegada heavy que o som pede. Uma faixa perfeita para abertura de shows! Na seqüência, Além da Estrada, mantém o pique inicial, um pouco mais cadenciada, com um refrão de fácil assimilação e que pede pra ser cantado junto, mostrando que o rock n’ roll pode sim ser cantado em português, sem causar nenhum demérito (alguém tinha alguma duvida disso?). A banda formada por Watson Silva (guitarra e vocal), Matheus Andrighi (baixo) e Diego Massola (bateria) segue o trabalho com Sentido Contramão, volta a acelerar e mostra que Watson, além de mandar ver na guitarra, também canta bem, pois não exagera em nenhum momento, enquanto que, a cozinha mostra peso e precisão.

A ultima faixa, Cinza Espúrio, encerra o trabalho de forma mais cadenciada, mais pesada e que expõe ao ouvinte a versatilidade da banda. Uma boa estréia e um aperitivo, para o full lenght que deve sair agora em 2015, e que será com a produção da dupla Heros/Pompeu.

Uma sonoridade direta e crua sem invencionices. Se o assunto for rock n’ roll sujo e pesado, pode incluir o Maquinários na conversa!


Contatos:


0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More