5 de março de 2017

Resenha - Banda: Running Wild - Álbum: Rapid Foray (2016 - Shinigami Records)

Resenha por: Renato Sanson


O Running Wild é daquelas poucas bandas que conseguiram imprimir sua própria sonoridade, e nesses mais de trinta anos a formula é praticamente a mesma e nos trazem aquela áurea oitentista do mais alto nível.

Em “Rapid Foray” (décimo sexto disco de estúdio) não seria diferente, temos toda as características latente do RW, mas mais ligados ao seu passado dos anos 80 e 90, é claro que não estamos diante de um novo clássico (longe disso), mas o novo trabalho é sim muito bom e cheio de energia.

Impossível não se empolgar com “Black Skies, Red Flag”, “Warmongers” ou “Black Bart” por exemplo, onde os refrães explodem no peito e empolgam logo de cara com riffs simples, porém eficazes, assim como as linhas de baixo e bateria que soam coesas e as ótimas linhas vocais de Rock ‘n’ Rolf.

A produção soa atual, mas com timbres mais retro, deixando “Rapid Foray” com cara de disco dos anos 80/90. A parte gráfica é belíssima, temos na capa toda a temática Pirata assim como no encarte, e um Digipack caprichadíssimo que abre em três partes.

Rock ‘n’ Rolf mais uma vez prova porque ser um dos músicos mais cultuados do Heavy Metal, mantendo a mesma formula com seu Heavy Metal tradicional cru e simples, mas extremamente empolgante. Excelente trabalho!


Links de acesso:

Formação:
Rock ‘n’ Rolf (guitarra/vocal)
Peter Jordan (guitarra)
Ole Hemplemann (baixo)
Michael Wolpers (bateria)

Tracklist:
1. Black Skies, Red Flag
2. Warmongers
3. Stick to Your Guns
4. Rapid Foray
5. By the Blood in Your Heart
6. The Depth of the Sea (Nautilus) instrumental
7. Black Bart
8. Hellectrified
9. Blood Moon Rising
10. Into the West
11. Last of the Mohicans




0 comentários:

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More